top of page

Negroni: A História do Coquetel que Conquistou a Cultura Pop com Elegância e Sabor


Negroni à mineira

Quando se trata de coquetéis clássicos, poucos têm a mesma influência e reconhecimento que o Negroni. Esse icônico drink de origem italiana conquistou corações em todo o mundo com sua mistura equilibrada de sabores intensos e sofisticados. Neste artigo, mergulharemos na história do Negroni, desde suas origens até sua popularidade na cultura pop moderna, onde esse elegante coquetel continua a ser um verdadeiro símbolo de requinte e sofisticação.


A história do Negroni remonta ao início do século XX, na cidade italiana de Florença. Diz-se que o coquetel foi criado por acaso quando o Conde Camillo Negroni pediu ao bartender Fosco Scarselli que fortalecesse seu coquetel Americano, substituindo a água com gás por gin. Além disso, adicionou uma rodela de laranja em vez da típica casca de limão utilizada no Americano.


A combinação do gin, vermute tinto e Campari resultou em uma bebida atraente e complexa, que rapidamente conquistou paladares e se tornou uma das escolhas favoritas em bares e cafés da região.



Negroni tradicional

Ao longo das décadas, o Negroni se espalhou além das fronteiras italianas, ganhando destaque na cultura pop em diversas formas. Desde aparições em filmes e séries famosas até menções em canções e livros, o coquetel se estabeleceu como um ícone cultural.


O Negroni é uma bebida que pode ser vista em diversos filmes e séries, muitas vezes associado a personagens sofisticados e elegantes. Abaixo estão alguns exemplos de produções em que o Negroni faz uma aparição:


1. Filme "Kingsman: Serviço Secreto" (2014):


No filme de espionagem de ação, o personagem principal, Eggsy, interpretado por Taron Egerton, aprecia um Negroni em um bar chique enquanto conversa com o mentor e agente secreto, Harry Hart, interpretado por Colin Firth.


2. Série "Mad Men" (2007-2015):


A série dramática ambientada nos anos 1960 mostra vários personagens desfrutando de coquetéis clássicos, incluindo o Negroni, que faz várias aparições ao longo da trama.


3. Filme "Me Chame Pelo Seu Nome" (2017):


Neste belo drama de romance, o personagem Sr. Perlman, interpretado por Michael Stuhlbarg, menciona a preparação de Negronis enquanto conversa com seu filho Elio, interpretado por Timothée Chalamet.


4. Filme "A Vida Secreta de Walter Mitty" (2013):


No filme de aventura e comédia, Walter Mitty, interpretado por Ben Stiller, é visto tomando um Negroni em um bar na Islândia, durante suas viagens e jornadas.


5. Série "The Marvelous Mrs. Maisel" (2017-2021):


Nesta série de comédia-drama, ambientada na década de 1950, personagens são vistos saboreando coquetéis clássicos, e o Negroni é uma das bebidas que aparece em algumas cenas.


Essas são apenas algumas das produções que apresentam o Negroni como parte de sua narrativa. A presença desse coquetel nos filmes e séries reflete sua popularidade contínua na cultura pop e sua associação com a sofisticação e o estilo de vida elegante.


O Negroni também encontrou seu espaço na literatura, aparecendo em várias obras e sendo mencionado como um símbolo de elegância e sofisticação. Embora as menções possam não ser tão numerosas quanto em filmes ou músicas, o coquetel ainda desempenha um papel relevante em algumas obras literárias. Abaixo estão alguns exemplos:


1. "A Drink Before the War" - Dennis Lehane:


Neste romance policial, o personagem Patrick Kenzie pede um Negroni em um bar.


2. "The Goldfinch" - Donna Tartt:


O Negroni é mencionado brevemente em um dos capítulos deste premiado romance.


3. "The Bonfire of the Vanities" - Tom Wolfe:


Neste romance satírico, o Negroni é mencionado em uma cena de coquetéis em uma festa da alta sociedade.


4. "The Talented Mr. Ripley" - Patricia Highsmith:


O Negroni é mencionado em um momento em que os personagens principais estão desfrutando de bebidas em um cenário luxuoso.


5. "Juliet, Naked" - Nick Hornby:


Neste romance contemporâneo, o Negroni é mencionado em uma das passagens como a bebida escolhida por um dos personagens em um bar.


Embora essas menções sejam apenas algumas das que podem ser encontradas na literatura, elas ilustram como o Negroni conseguiu deixar sua marca em diferentes gêneros e estilos literários. Sua presença na literatura contribui para sua associação com um estilo de vida refinado.


O Negroni é mais do que apenas uma bebida, é uma peça fundamental da cultura pop e um ícone atemporal. Sua origem rica em história e sabor fez com que se tornasse uma escolha clássica em bares de todo o mundo, ao mesmo tempo que o impulsionou a ser representado e celebrado na cultura pop através de filmes, músicas e literatura.

Então, da próxima vez que você apreciar um Negroni, lembre-se de que está se deliciando com uma bebida que vai muito além do copo; é um coquetel com uma história cativante e um lugar especial no coração da cultura moderna.


Negroni À Mineira


INGREDIENTES


30ml de Zuur Gin 30ml de Campari 30ml de Vermouth Rosso 3 cubos de mexerica 6 gotas de Bitter de Laranja


MODO DE PREPARO


Primeiro, coloque gelo no copo e separe-o. Em seguida, em uma coqueteleira, adicione os cubos de mexerica e macere bem, adicione os demais ingredientes e misture, depois adicione gelo e bata devagar. Troque o gelo do copo, e coe seu Negroni à Mineira com o auxílio de uma peneira. Para finalizar, decore com cascas de mexerica e laranja bahia.



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

GIRO

Comments


bottom of page